Archive for the 'Socioambiental' category

Reciclagem: o que não recicla?

Este é o primeiro de uma série de posts sobre reciclagem.

Em São Paulo, muitos condomínios e residências estão aos poucos se adequando a nova realidade do lixo reciclável. Há alguns anos, este tipo de iniciativa só era possível com ações isoladas, grupos de pessoas que se mobilizavam para entregar ou vender seu lixo seletivo a cooperativas. Hoje, a Prefeitura de São Paulo já tem um programa de coleta seletiva e atende vários distritos da cidade: Aricanduva, Butantã, Freguesia do Ó, Itaim, Itaquera, Jabaquara, Lapa, Pinheiros e Santo Amaro são alguns deles. A lista completa está no site da Prefeitura.

Em princípio, materiais recicláveis são: vidro, plástico, papel e metal. Mas não é exatamente assim que funciona. Continue reading

Certificação de Orgânicos no Brasil

Outro dia, eu discutia neste blog a questão da certificação de alimentos orgânicos no Brasil. Eis que em dezembro último foi deferido um decreto decretada a lei que regulamenta o mercado deste tipo de agricultura.

Até então, os alimentos eram produzidos pelo agricultor, que se submetia às regras de alguma certificadora. Estas regras, entretanto, eram diferentes para cada instituição fornecedora do certificado, gerando alimentos orgânicos com critérios distintos e deixando o consumidor confuso na hora de comprar.

Vegetais Orgânicos

Continue reading

Carrefour e a seção de feira: orgânicos e outras decepções

Nos preparando para mais uma orgia gastronômica (repito: gastronômica) na companhia de dois grandes amigos, Rodrigo e eu fomos ao Carrefour Villa Lobos comprar os ingredientes faltantes de nossas receitas.

Como todas as grandes empresas hoje, o Carrefour também faz uma intensa apologia ao desenvolvimento sustentável, preservação do meio-ambiente, responsabilidade social e mais um monte de termos socialmente corretos que estamos acostumados a ouvir no dia-a-dia.

Chegando na seção de feira do hipermercado, fui em direção à prateleira onde estava escrito em letras garrafais: ORGÂNICOS. Continue reading

Usina Hidrelétrica de Itaipu

Era década de 1960, Brasil nas mãos dos militares, audaciosos projetos de modernização. Lá estava ela, projetada para o iluminar o futuro do país.

1973, primeira crise do petróleo. O preço do barril se eleva mais de 300% e o mundo começa a pensar mais sério em outras fontes possíveis de energia.

Dentro deste contexto, e pelo fato de o Brasil possuir um território rico em grandes e importantes rios, foi iniciada a obra da que seria a maior usina hidrelétrica do mundo: Itaipu. Continue reading

Ecomoda muita gente

Há tempos que venho refletindo a este respeito e, hoje pela manhã, enquanto lia um trecho do livro “História Econômica do Brasil”, de Caio Prado Junior (São Paulo, editora Brasiliense, 1945), consegui esclarecer um pouco mais a tal consciência ecológica. Ao falar sobre a tardia descoberta do ouro no Brasil, Caio Prado diz que “ao contrário do que ocorrera no México e no Peru, os indígenas [do Brasil], de um nível cultural muito baixo, não tinham se interessado por eles [os metais preciosos]”. Continue reading