Archive for the 'Socioambiental' category

Revisando opiniões

De vez em quando, dou algumas dicas e sugestões aqui no ‘Das Haus’. De vez em quando, também, mudo de idéia à respeito dessas dicas. Este post é, então, uma breve revisão de algumas sugestões que, outrora, passei para vocês:

  1. Eu escrevi um artigo, Pizza Integral, falando sobre uma pizzaria natureba da Vila Madalena, que teria massas integrais e recheios orgânicos. De fato, eles têm massa integral e é boa. Eu gosto! Já a pizza como um todo é gostosa normal – sabor bem padrão, e eles quase nunca têm os recheios orgânicos. É uma pizzaria para o dia-a-dia, sem nada especial. Na verdade, chega a incomodar a armadilha eco-chata e pseudo-natureba. O panfleto de delivery é, teoricamente, em papel reciclado e eles têm a tal “eco-forneria”, que seria um forno a gás e não a lenha.
  2. Um dia, falei sobre o aspirador Ergorapido, em Upgrade de carro – da vassoura ao ergorapido. De fato, é um excelente aspirador de pó. Pequeno, fácil de guardar, eficiente etc. Porém, funciona perfeitamente se sua casa é pequena: a bateria não dura muito.
  3. Falei também sobre o celular da Alcatel, Music – Mobile by Alcatel, modelo OT-E801, ele é tudo aquilo que escrevi no artigo: um aparelho básico e barato, com a vantagem de ser mp3 – na época isto não era comum em celulares básicos. A grande desvantagem dele, que me incomodava profundamente, era o fato de ser lento. Software lerdo, muito lerdo. Não gostei!

A importância da separação entre o Lixo orgânico e os demais

No Brasil, ou pelo menos em São Paulo, costumamos separar o lixo em apenas duas categorias:

  • Lixo reciclável: plástico, papel, metais, vidros, isopor etc.
  • Lixo orgânico: todo o restante.

Essas denominações são muito utilizadas, mas não estão corretas.

“Lixo orgânico”, em princípio, seria todo o resíduo de natureza orgânica, como restos de alimentos, alguns tipos de tecido, madeira etc. Entretanto, no nosso lixo chamado “orgânico”, encontramos diversos tipos de resíduos diferentes, como acrílicos, espelhos, cerâmicas etc. Esses materiais não são orgânicos, mas também não são recicláveis. O que são, então? Continue reading

Reciclagem de Isopor

Sempre pensei que isopor não era reciclável e o jogava em lixo orgânico*. Eis que pesquisando no Portal da Prefeitura, um dos materiais indicados para reciclagem é o isopor.

Em um primeiro momento, ele não era reciclável pela inexistência de tecnologia para isto. Entretanto, esta fase já foi superada. Pode ser tanto transformado em outros materiais diferentes, quanto no próprio poliestireno, o material do isopor, novamente.

Num segundo momento, o fato de não reciclá-lo era mais um motivo econômico do que tecnológico. A reciclagem deste material não era Continue reading

Reciclagem de Óleo de Cozinha

O óleo de cozinha é um resíduo que merece atenção especial por dois motivos: se despejado nos ralos pode entupir canos seriamente; um problema ainda maior é que pequenas quantidades de óleo poluem milhares de litros de água.

Existem projetos que estão começando a tratar deste tipo de lixo em São Paulo. Alguns condomínios, o meu inclusive, instalaram bombas coletoras para o despejo deste resíduo. Continue reading

Reciclagem de Pilha

É muito, mas muito importante não misturar pilhas e baterias ao lixo orgânico, pois elas possuem substâncias químicas altamente poluentes, que podem entrar em contato com o solo, lençol freático e poluir água, contaminar produções agrícolas etc. É perigoso de verdade!

No processo de reciclagem, é preciso retirar antes os metais pesados, que são reutilizados em Continue reading