Archive for the 'Gastronomia' category

Seja o primeiro a garfar…

Você sabe o que é um infográfico? E um infogárfico?

Entre e descubra você mesmo: www.dashausdiefrau.com/infogarfico

Infogarfar

Apesar de não ser muito favorável ao uso do Flash para desenvolvimento de sites, desenvolvi este projeto a partir deste programa. Esta é a versão 1.0 do meu primeiro trabalho grande com web interativa. Entrem e explorem, depois me digam o que acharam. Como disse, esta é a versão 1.0, assim, conto com a colaboração de vocês para ir melhorando tanto na forma como no conteúdo :-)

Esboçando um spaghetti

Comentei por aqui, no começo do ano, que estou cursando uma matéria na Artes Plásticas. Acho que comentei também que tem sido a mais divertida. O projeto final promete ser um prato cheio (com direito ao trocadilho infame, que vocês logo entenderão). A disciplina, Fundamentos da Linguagem Visual, estuda conceitos de arquitetura da informação, hipertexto etc. Na tentativa de juntar todo o conteúdo no trabalho final, resolvi criar um infográfico da gastronomia paulistana.

Pretendo me basear em linhas de metrô que representem as diferentes culinárias presentes na cidade de São Paulo. Encontrando relações entre os pratos, as linhas das culinárias se cruzarão. Porém, não só a informação é importante, mas também a estética da apresentação. E pensando nisso, comecei a esboçar algumas montagens.

plate_animacao

Continue reading

Das delícias de se ter em casa algum resquício italiano

Este mês vieram para o Brasil os amigos Daniel e Carla. Além da felicidade de tê-los mais uma vez conosco (e que felicidade), a alegria foi ainda mais completa pelo presente que nos trouxeram: algo que estava há anos na nossa lista de gadgets culinários, uma máquina italiana de macarrão. Pasta! Pasta! Viva os gringos e sua gastronomia! Viva os Duclós pelo presente e companhia na noite de pastas! E viva, finalmente, o rbp pelo sangue italiano e, conseqüentemente, pela bela mão para a culinária!

Mal chegou em casa e já a botamos na roda. Aventais vestidos, farinha por todo lado e muita massa à mesa: ravioli, pappardelle, branca, verde e vermelha.

Pasta

Pasta
Continue reading

Petit Paquet: embalagem de arroz

Há algumas semanas, retomamos o costume de andar no bairro da Liberdade. O estímulo, desta vez, foi um filme japonês lindo: Tampopo, que fala genericamente sobre gastronomia, sendo que a linha principal da história é a busca pelo lámen perfeito. Da mesma forma como sempre comemos massa acompanhada de vinho tinto ao assistir Poderoso Chefão; ao ver Tampopo, não resistimos a buscar um bom restaurante de lámen, daqueles que se come na bancada.

Encontramos o Aska, o mais famoso neste prato aqui em São Paulo. De fato muito bom. Lámen gostoso e bem servido – meu preferido é o shoyu tonkotsu – e o melhor guiozá que já comi. A massa é fininha, leve, de um lado crocante, de outro, macia. Vale a pena experimentar. Mas vá com espírito de fast-food no sentido estrito da palavra: é sentar, comer e ir embora. Nada de enrolar. O movimento é grande e a fila dobra a esquina. Tirando isso, aproveite o lámen com calma e se delicie com a sopa na tigela. Continue reading

Stroopewafel, stroopwafel, oba!

Na última vinda dos Duclós para o Brasil, tivemos o prazer de experimentar o melhor dos doces holandeses: que tortinha holandesa, que nada, o negócio é Stroopwafel.

Feche os olhos e imagine uma bolachinha com duas camadas finas de wafel e recheio de caramelo. Agora imagine uma xícara com café (ou chá) quente e fresco. Imagine o seu biscoito sobre a xícara, curtindo por alguns minutos, até o vapor derreter o caramelo. Morda sua bolacha imaginária e sinta o crocante da casca de wafel, o melado do caramelo derretido, um tímido sabor de canela ao fundo, alternando com degustações do café fresco.

Bom, nós tínhamos um pacote cheio desse elixir. Certa vez, acordamos num lindo dia de sol, dispostos a preparar café fresco para beber com stroopwafel. Preparamos o café, estendemos a rede na varanda e quando abrimos o armário: cadê as bolachas? Is no more! Imediatamente, veio uma nuvem escura sobre nossas cabeças, trovoadas fortes e um dia cinza e triste.

Esta semana, porém, graças à bondade dos Ducs e dos courriers Holanda-Brasil, ela voltou. Sem delongas, já abrimos o pacote e nos entregamos ao deleite das stroopwafels (*suspiro*). Obrigada, Ducs e casal Karina+Cristiano! :)

Stroopwafel

Stroopwafel
Continue reading