Archive for the 'Design' category

Uma prévia do novo isnomore.net

Eu deveria estar fazendo trabalhos da faculdade, mas ao invés disso, dediquei um bom par de horas fazendo layouts. Finalmente, depois de 7 meses, retomei e conclui o desenho do site do rbp. Viva!

Logo o isnomore.net estará de cara nova. Os mais curiosos já podem acompanhar uma prévia de como ficará.

(clique nas imagens para ver o layout completo)

Layout Isnomore.net

Layout Isnomore.net

Esboçando um spaghetti

Comentei por aqui, no começo do ano, que estou cursando uma matéria na Artes Plásticas. Acho que comentei também que tem sido a mais divertida. O projeto final promete ser um prato cheio (com direito ao trocadilho infame, que vocês logo entenderão). A disciplina, Fundamentos da Linguagem Visual, estuda conceitos de arquitetura da informação, hipertexto etc. Na tentativa de juntar todo o conteúdo no trabalho final, resolvi criar um infográfico da gastronomia paulistana.

Pretendo me basear em linhas de metrô que representem as diferentes culinárias presentes na cidade de São Paulo. Encontrando relações entre os pratos, as linhas das culinárias se cruzarão. Porém, não só a informação é importante, mas também a estética da apresentação. E pensando nisso, comecei a esboçar algumas montagens.

plate_animacao

Continue reading

Mesa animada

Quem diria que criar um cartão fosse tarefa difícil?

Um erro clássico de quem está de fora, analisando outras profissões, é achar que tudo é muito simples. A profissão alheia, de forma geral, é mais fácil, mais divertida e isenta de problemas (na verdade, este princípio se estende também para a vida alheia, que é mais fácil, mais simples e melhor).

Cheguei no mundo do design assim, sabendo que teria problemas, mas quais? É tudo tão legal, tão divertido, tão simples. Os problemas foram chegando, e rápido. O que não tira a graça do resto do trabalho. Sim, eu gosto do que faço. Mas os problemas (ou obstáculos) que vieram,  eu jamais os imaginei.

Como criar um cartão para o dia da secretária que seja bonito, colorido, criativo, sem ser brega e sem o clichê da rosa vermelha deitada sobre o teclado do computador? Não foi fácil, mas gostei do resultado.

Mesa Animada

Vodka em Petit Paquet

Que isso não signifique nada a respeito da minha vida ébria. Apenas gostei desta embalagem de vodka.

Que linda a composição das árvores no fronte da garrafa com a casa pintada ao fundo, que ganha dimensão ao refletir no líquido e completa a paisagem.

Vodka
Continue reading

Petit Paquet: embalagem de arroz

Há algumas semanas, retomamos o costume de andar no bairro da Liberdade. O estímulo, desta vez, foi um filme japonês lindo: Tampopo, que fala genericamente sobre gastronomia, sendo que a linha principal da história é a busca pelo lámen perfeito. Da mesma forma como sempre comemos massa acompanhada de vinho tinto ao assistir Poderoso Chefão; ao ver Tampopo, não resistimos a buscar um bom restaurante de lámen, daqueles que se come na bancada.

Encontramos o Aska, o mais famoso neste prato aqui em São Paulo. De fato muito bom. Lámen gostoso e bem servido – meu preferido é o shoyu tonkotsu – e o melhor guiozá que já comi. A massa é fininha, leve, de um lado crocante, de outro, macia. Vale a pena experimentar. Mas vá com espírito de fast-food no sentido estrito da palavra: é sentar, comer e ir embora. Nada de enrolar. O movimento é grande e a fila dobra a esquina. Tirando isso, aproveite o lámen com calma e se delicie com a sopa na tigela. Continue reading