Artigo

Frohe Weihnachten und neues Jahr

Este foi um ano bacana para o Das Haus Die Frau. Não tivemos muitos posts, é verdade, mas escrevemos um pouco sobre comida, incluindo um projeto divertido de design e gastronomia, alguns tricots novos, desenhamos layouts, iniciamos uma nova série sobre viagem na europa e ganhamos um prêmio de fotografia.

Fora o blog, 2009 foi um ano excelente:

  • eu e o Érre conseguimos organizar várias pendências da casa
  • a faculdade voltou a dar um gás fenomenal e está divertida novamente, culminando para um fechamento de ano com dez na média final de todas as disciplinas e um super projeto encadeado para o próximo ano
  • concluímos o primeiro ano do curso de alemão e já conseguimos conversar com minha mãe, com o opa e ler livros com meu pai em alemão
  • apesar de ter interrompido as aulas, meu inglês deu salto ótimo graças às noites de Flying Circus e Fawlty Towers na companhia do Érre
  • apesar do aperto da crise financeira do fim de 2008 e começo de 2009, o trabalho voltou a bombar e está uma delícia: clima gostoso, pessoas divertidas e projetos bacanas
  • montamos com os amigos uma cristaleira vermelha para guardar nossas taças e louças
  • fotografei bastante, menos do que gostaria, e aprendi coisas novas
  • recebemos nossos primeiros hóspedes de couchsurfing, Jens e Secil, da Alemanha e foi muito prazeroso e divertido. Couchsurfing rocks!
  • cozinhamos para caramba e bebemos vinhos várias vezes
  • provamos novas comidas, entre elas, cerveja belga de cereja com queijo brie (thanks, Rubens)
  • andamos muito mais de bicicleta no dia-a-dia
  • aprendemos a fazer economias
  • saímos menos em SP e mais de SP: visitamos o opa e a tante no sul e os pais do Érre em Brasília várias vezes
  • fomos à feira quase toda semana
  • conseguimos planejar a viagem para a Europa, depois de alguns anos, e sairemos de férias logo mais
  • superei a minha média de leitura
  • aproveitamos bastante os amigos e conhecemos outras pessoas bem legais (a lista é grande)
  • em 2009 a vó Gregória se foi, de forma estúpida e totalmente inesperada. Apesar de não ser minha avó (era avó do meu cunhado), ainda não consegui engolir esta história direito
  • alguns problemas familiares desnecessários também surgiram e ainda estou processando esses acontecimentos
  • a noite de natal vai ser um momento importante: depois de quase 18 anos, meu pai estará novamente com a gente
  • pela segunda vez, vou passar o natal sem a mamãe
  • fiquei mais rabugenta para algumas coisas nesse ano

Para 2010, espero conseguir relaxar no dia-a-dia para levar todas essas coisas de forma mais tranqüila, com os ombros leves e mais desenvoltura…

Feliz Natal